sexta-feira, 11 de maio de 2012

Veja a lista de citados em grampos de Cachoeira com 82 nomes

Em depoimento sigiloso à CPI do Cachoeira, o delegado Matheus Mela Rodrigues, que coordenou a Operação Monte Carlo, citou uma lista com 82 nomes que tiveram relações ou foram apenas citados em conversas de Carlos Augusto Ramos, O Carlinhos Cachoeira. A lista inclui os nomes de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), de governadores, senadores, deputados federais, prefeitos e até mesmo da presidente Dilma Rousseff. O presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), fez um apelo aos parlamentares para que não comentassem com a imprensa os nomes da lista, uma vez que o fato de estarem citados em conversas do grupo não significa que tenham envolvimento com o esquema de Cachoeira. Os nomes podem ter sido usados pelo grupo do contraventor sem conhecimento dos citados. Cachoeira mandou sequestrar comparsa, diz delegado à CPI; ouça Delegado diz que Demóstenes revelava segredos a Cachoeira; ouça Procurador-geral usa escutas de 2009 contra senador A Folha teve acesso a lista dos nomes citados pelo delegado e alguns dos nomes foram citados em gravações telefônicas que já são conhecidas. O nome da presidente Dilma Rousseff, por exemplo, é citado em conversas do grupo de Cachoeira ao comentar a crise no Ministério dos Transportes. Outro a aparecer na lista, o senador José Sarney (PMDB-AP) teve por acaso conversas gravadas pela operação da PF, conforme revelou a coluna de "Mônica Bergamo" no mês passado. Nelas, Raimundo Costa Ferreira, o Ferreirinha, funcionário da Infraero, faz relatos sobre nomeações na estatal, que administra aeroportos do país. O servidor da estatal foi monitorado por supostamente atuar pelo grupo de Cachoeira no aeroporto de Brasília. O caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG) também é conhecido. Interceptações telefônicas revelaram que o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) intercedeu diretamente junto ao tucano para empregar uma prima de Cachoeira no governo de Minas. Aécio afirmou que, na época em que Demóstenes fez o pedido, não sabia do envolvimento do senador com Cachoeira e diz ter se sentido "traído". Na lista, porém, faltam nomes de pessoas que já foram citadas em gravações que vazaram, como do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, por exemplo, citado em áudios da operação Monte Carlo. O delegado cuidou da Operação Monte Carlo, deflagrada em novembro de 2010 e que resultou na prisão de Carlinhos Cachoeira e membros de seu grupo em fevereiro deste ano. Os 82 nomes citados se referem a esta operação, e não à Vegas, ação policial semelhante encerrada em 2009. Constam três ministros do STF, Gilmar Mendes, Luiz Fux e Dias Toffoli; dos governadores Antonio Anastasia (PSDB-MG), Marconi Perillo (PSDB-GO), Beto Richa (PSDB-PR) e Agnelo Queiroz (PT-DF). A CPI mista no Congresso investiga as relações do grupo de Cachoeira com agentes públicos e privados. Veja lista que a Folha conseguiu identificar de deputados federais, senadores, ministros e governadores citados na lista por odem alfabética: Senador Aécio Neves (PSDB-MG) Deputado distrital do DF Agaciel Maia (PTC-DF) Governador Agnelo Queiroz (PT-DF) Presidente DEM-DF Alberto Fraga Secretário de Indústria e Comércio de Goiás Alexandre Baldy Governador de Minas Gerais Antonio Anastasia Suplente de senador Ataides de Oliveira Procurador-geral da Justica de Goiás Benedito Torres Governador do Paraná Beto Richa (PSDB) Senador Blairo Maggi (PR-MT) Senador Demostenes Torres (sem partito-DF) Diretor da Delta Carlos Pacheco Diretor Regional da Delta no Centro-Oeste Claudio Abreu Jornalista Claudio Humberto Ex-chefe de gabinete de Agnelo Queiroz Claudio Monteiro Ministro do Supremo Tribunal Federal José Antonio Dias Toffoli Presidente Dilma Rousseff Ex-presidente do Detran de Goiás Edivaldo Cardoso Ex-senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB) Ex-chefe de gabinete do governo de Goiás Eliane Pinheiro Vereador de Goiânia Elias Vaz (PSOL) Secretário Estadual de Comunicação de Santa Catarina Ênio Branco Dono da construtora Delta Fernando Cavendish Vereador de Anápolis Fernando Cunha Presidente da Caesb Fernando Leite Prefeito de Águas Lindas (GO) Geraldo Messias (PP) Prefeito de Nerópolis (GO) Gil Tavares (PTB) Deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) Ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes Diretor da Delta na região Sul e em São Paulo Heraldo Puccini Policial Militar, assessor do senador Demóstenes, Hrillner Ananias Presidente da Agetop Jayme Rincon Ex-sub-secretário de Esportes do DF João Carlos Feitosa, o Zunga Secretário de Segurança de Goiás João Furtado Jornalista João Unes Diretor do Serviço de Limpeza Urbana do DF João Monteiro Neto Jornalista Jorge Cajuru Prefeito de Aparecida de Goiânia Maguito Vilela (PMDB) Deputado federal Sandes Junior (PP-GO) Senador Jose Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado Vice-governador de Goiás José Eliton (DEM) Desembargador do TRT de Goiás Julio Cesar Brito Deputado federal Jovair Arantes (PP-GO) Deputado federal Leonardo Vilela (PMDB-GO) Presidente do PRTB Levy Fidelis Ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux Governador Marconi Perillo (PSDB-GO) Deputado federal Marcos Monti (DEM-MG) Jornalista Mino Pedrosa Diretor da Anvisa Norberto Rech Jornalista Policarpo Jr, da revista Veja Deputado federal Protogenes Queiroz (PC do B-SP) Deputado distrital do DF Raad Massouh (PPL) Secretário de Segurança do Paraná Reinaldo Sobrinho Deputado federal Stephan Necessian (PPS-RJ) Jornalista Renato Alves Ex-procurador-geral do Estado de Goiás Ronald Bicca Vereador em Goiânia Santana Gomes Vice-governador do DF Tadeu Fillipeli (PMDB-DF) Vereador em Anápolis Wesley Silva Secretário de infra-estrutura de Goiás Wilder Morais Ex-comandante da PM de Goiás Carlos Antonio Elias Ex-governador de Tocantis Marcelo Miranda (PMDB) Prefeito de Anápolis Antonio Gomide (PT) Ex-vereador de Goiania e apontado como braço político do grupo de Cachoeira, Wladimir Garcêz

quarta-feira, 9 de maio de 2012

MOTORISTA MORRE EM ACIDENTE NA DESCIDA DA SERRA DA IBIAPABA

Pelo menos 30 acidentes foram registrados nas últimas 24 horas nas rodovias do Estado do Ceará, contabilizados das 7h desta segunda-feira (7) às 7h desta terça-feira (8). As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), que ainda registraram 13 pessoas feridas e quatro mortos. BRs Nas BRs, a PRF atendeu 23 ocorrências de acidentes, que deixaram 12 feridos e um morto. O acidente fatal foi no km 306,1 da BR-222, na localidade de Acarape, em Tianguá, a 310km de Fortaleza. Um caminhão colidiu na traseira de um outro, resultando na morte do motorista Sueide Pereira de Oliveira, de 32 anos. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Sobral. Segundo a PRF, o outro motorista sofreu apenas lesões leves e foi socorrido ao hospital da cidade, mas está bem. CEs Já nas CEs, foram sete acidentes, com um ferido e três pessoas mortas.
fonte: http://1poquimdicada.blogspot.com.br/2012/05/motorista-morre-em-acidente-na-descida.html#more

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Santana do Cariri: prefeito interino assume prefeitura com a ajuda de um chaveiro

(FOTO:Evantuil) O prefeito temporário de Santana do Cariri, vereador Raimundo Ivanildo dos Santos (PSB), que foi empossado na manhã da última sexta-feira, dia 4, precisou da ajuda de um chaveiro para abrir as portas do prédio da prefeitura da cidade porque, de acordo com o vereador Antônio Rodrigues de Meneses (PT), o prefeito afastado Geraldo Eriberto Werton Cruz (PSD), o Beto Garcia, se nega a entregar as chaves do palácio municipal que está fechado desde a manhã da última quinta-feira, dia 3, quando por seis votos a três a câmara municipal decidiu pelo afastamento temporário do cargo de prefeito do Beto Garcia que é acusado de improbidade administrativa. O afastamento é pelo prazo de sessenta dias. Na tarde deste domingo uma comissão formada por parlamentares, populares e a imprensa tiveram acesso ao interior da prefeitura graças ao trabalho de um chaveiro que se dispôs a abrir as portas da sede do poder executivo santanense. O vereador Antonio Menezes (Musquito) disse que não houve arrombamento “as portas foram abertas sem forçar” garante. Segundo ele o prefeito afastado “tem a mania de não respeitar os vereadores, mas desta vez ele vai ter de aceitar” frisou. Musquito argumentou que a medida de abrir as portas com a ajuda de um chaveiro sem usar as chaves originais foi necessária porque o prefeito afastado reteve as chaves e não abriu as portas da prefeitura. Ele contou também que o atual prefeito Raimundo Ivanildo precisa dar o expediente que compete ao prefeito e por isso irá despachar dentro da prefeitura “enquanto ele (Ivanildo) estiver no cargo” disse. O vereador adiantou que por enquanto o prefeito não irá fazer mudanças no quadro de funcionários e mesmo os secretários municipais que colaborarem com o trabalho do prefeito empossado continuam nos cargos. A principal tarefa do prefeito interino será dar informações à câmara municipal que investiga Beto Garcia e que segundo o vereador não foram repassadas a Comissão Parlamentar que investiga denúncias do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Juracildo Fernandes da Silva, e apontam para ato de improbidade administrativa. O vereador garante que a comissão de vereadores está tomando todos os cuidados necessários para manter a prefeitura na mais perfeita ordem para evitar que num eventual retorno antecipado ao cargo o prefeito Beto Garcia queira responsabilizar o prefeito interino pelo sumiço de qualquer material. De acordo com Musquito o Beto Garcia já teria impetrado um mandado de segurança junto ao tribunal de justiça pedindo a recondução a prefeitura. Ele não descarta esta possibilidade mas acredita que um dia de trabalho será suficiente para conseguir toda a documentação de que precisa para comprovar as denúncias contra o gestor afastado. Entenda melhor o caso Quinta-feira, dia 3. Os vereadores de Santana do Cariri afastaram do cargo o prefeito Geraldo Eriberto Werton Cruz (PSD) por suposto crime de improbidade administrativa. Motivação - Após realizarem uma investigação, os parlamentares apuraram que o gestor permitiu que o secretário de Finanças, José Mauro Dias, trocasse cheques por dinheiro da conta da Prefeitura. A denúncia que gerou a apuração dos fatos partiu do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Juracildo Fernandes da Silva. Sexta-feira, dia 4. Durante uma sessão extraordinária os atuais presidente e vice-presidente da Câmara de Santa do Cariri que são pré-candidatos às eleições municipais renunciam aos cargos da mesa diretora para não assumir o cargo de prefeito temendo perder a elegibilidade. Na mesma sessão a Câmara elegeu o vereador Raimundo Ivanildo dos Santos (PSB) para assumir o posto. Medidas - Após a sessão plenária, a Câmara Municipal de Santana do Cariri enviou uma cópia da ata da sessão que afastou o prefeito para a comarca local, as agências bancárias, a Justiça Federal e o Tribunal de Contas Sábado, dia 5. A cidade de Santana do Cariri tem um dia tenso, com manifestações políticas por todos os lados, sobretudo, a respeito do prefeito empossado assumir o cargo na prefeitura. O prefeito interino deu expediente na câmara. Domingo, dia 6. No fim da tarde o prefeito interino acompanhado de uma comissão formada por vereadores, populares e a imprensa entra no prédio da prefeitura com a ajuda de um chaveiro. Justificativas O Antônio Rodrigues de Meneses (PT), disse que o prefeito Beto Garcia infringiu a Lei de Responsabilidade Fiscal. "Para que Geraldo Eriberto estivesse de acordo com o que manda a legislação, seria necessário que os cheques estivessem nominais à empresa e e à pessoa sacadora", afirmou. Base legal - A Câmara de Vereadores da cidade enviou um ofício ao prefeito solicitando informações que esclarecessem a ação do secretário. No entanto, passado um prazo de 60 dias sem resposta do gestor, a Casa resolveu aplicar a Lei 12.550, que prevê o afastamento ou cassação de mandatos por crime político administrativo. Silêncio O prefeito afastado foi procurado pela nossa reportagem mas decidiu não falar sobre o assunto. Na sexta-feira Beto Garcia ainda chegou a marcar uma entrevista mas no horário marcado desistiu de dar explicações, alegando que estava em reunião com seus advogados.e não retornou as ligações. fonte: Blog do ranilson silva

Prazo para regularizar título eleitoral se encerra nesta quarta

O CARTÓRIO EM NOVA OLINDA ATENDE DE 8:00H AS 13:00H O prazo para a regularização do título de eleitor dos cidadãos que irão às urnas em outubro se encerra nesta quarta-feira nos cartórios eleitorais espalhados pelo Brasil. No mesmo dia, acaba também o tempo determinado para a solicitação do documento para aqueles que votarão pela primeira vez e para os eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida que precisam pedir transferência para uma seção eleitoral especialmente adaptada. Ao todo, eleitores de mais de 5,5 mil municípios brasileiros irão eleger novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em 7 de outubro deste ano. Eleitores jovens Até os 18 anos, o voto é facultativo, e quem tem 15 anos, mas fará 16 até o dia da eleição, também poderá pedir o documento para votar pela primeira vez. Seções especiais O eleitor com necessidades especiais que não está inscrito em uma seção especial deve solicitar transferência para uma delas, até 9 de maio, a fim de evitar aborrecimentos no dia da votação. Essas seções não possuem escadas, facilitando o acesso dessas pessoas às urnas. Todas as zonas eleitorais possuem seções especiais. Idosos com dificuldade de locomoção também podem transferir seu título para uma seção especial, pois ela não é exclusiva de eleitores com deficiência. Documentos Quem for tirar o título de eleitor pela primeira vez deve comparecer ao cartório eleitoral com documento de identidade, comprovante de endereço recente e comprovante de quitação militar para homens entre 18 e 45 anos. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o passaporte azul não são aceitos para o alistamento porque não contêm nacionalidade/naturalidade e filiação, respectivamente. No caso de transferência, o eleitor deve levar o título de eleitor, o documento de identificação e comprovante de residência recente. É necessário que tenha decorrido pelo menos um ano da inscrição ou transferência anterior e residência mínima de três meses no novo endereço. FONTE: http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2012/noticias/0,,OI5754978-EI19136,00-Prazo+para+regularizar+titulo+eleitoral+se+encerra+nesta+quarta.html

domingo, 6 de maio de 2012

PREFEITO AFASTADO EM SANTANA DO CARIRI

O domingo foi marcado por várias passeatas pelas ruas de Santana do Cariri/CE. Simpatizantes em motos e alguns carros, percorreram num buzinaço e com intensa queima de fogos em comemoração pelo afastamento (na 5ª-feira) do prefeito da cidade, o Dr. Beto. O mesmo está afastado cumprindo uma decisão da Câmara de vereadores, os quais seis(6) deles votaram pelo afastamento do prefeito. Partidários do prefeito me disse que amanhã, 2ª-feira sairá uma decisão do Juiz Dr Rômulo Veras, e que o prefeito está confiante que volta ao Palácio.