terça-feira, 1 de maio de 2012

PROFESSORES PERDEM REDUÇÃO E AMPLIAÇÃO DE CARGA HORÁRIA

AUDITÓRIO DO 18 DE DEZEMBRO (FOTO: EVANTUIL) A MOIVAÇÃO - Na noite de ontem(30/04) no Auditório da Escola 18 de Dezembro, atendendo ao convite da Secretaria Municipal de Educação compareceram todos os professores lotados no município. Foram recebidos pela secretária de educação Tereza Leite, o procurador Juracy Rufino, o secretário de finanças Ariovaldo Telles, um outro advogado e o chefe de RH Antonio Pereira. Iniciou com o assessor que disse ter vindo especialmente de Fortaleza para informar a triste noticia de que a Administração Municipal estaria tomando a decisão de REVOGAR as ampliações e a REDUÇÃO de carga horária dos seguintes professores: professores em regime probatório e em regime temporário. Alegando estar atendendo orientação do TCM, para não praticar improbidade administrativa. A CAUSA - A situação é a seguinte: na segunda quinzena de dezembro de 2011, em conclusão aos trabalhos legislativos e como fruto da luta dos servidores, representados pelo Sindicato-SINSEMA, foram APROVADOS a Reforma da Lei Orgânica, o Plando de Carreira do Magistério e a criação do Estatuto do Servidor Municipal. O efeito e aplicação e tais leis seriam colocados em prática logo a partir do inicio do ano letivo. A Secretaria de Educação apresentou a lotação em 16 de janeiro informando que a redução da carga horária e outros benefícios já garantidos nas recentes Leis aprovadas por unanimidade na Câmara Municipal não seriam colocadas em pratica naquele momento. Presente na lotação, o então assessor Dr. Soares Filho(Deurisberto) tomando a palavra, afirmou que a lei tinha que ser cumprida. Seria um capricho da administração cumprir a lei. Ordenou ser refeita a lotação. Ou seja reduzir em um terço a carga horária de professores efetivos e fazer possíveis ampliações, o que foi feito sem distinção para efetivos, em estagio probatório e temporários. E agora tudo volta a estaca zero. AS REAÇÕES - Vários professores se pronunciaram. O vereador Adeilton teceu duras críticas dizendo da falta de plenajemento da Pasta. A mesa ainda deixou um ar de culpabilidade sobre o assessor que orientado a lotação anterior, sendo fortemente rechaçado pela esposa que estava presente. No dia de hoje o Sindicato atendendo uma solicitação do sócio e vereador Adeilton recebeu-o na sede juntamente com outros servidores. Eles expulseram o descontentamento com a decisão tomada. Pediram que o Sindicato ficasse atento a possíveis desfeitas com os servidores. Adeilton lamentou que as redes sociais e noticiários locais não divulgar o ocorrido. O SINSEMA - Diretores do Sinsema e a presidente afirmaram o compromisso de zelar pelos objetivos da classe trabalhadora. O diretor Evantuil disse que um fato político gerou um fato jurídico; e que esse fato jurídico agora gerava outro fato político e administrativo. Como todos aguardam a configuração da Nova Lotação, resta-nos aguardar. Como foi dito que a situação não ia atingir os efetivos o Sinsema não ia fazer nada de natureza jurídica e que só fará, pontualmente aos sócios quando os mesmos solicitarem. O Sindicato está acostumado. Quando pressionados ou em cargos administrativos, muitos sofrem prejuízos em não autorizam a entidade para os representarem em possíveis ações judiciais. Contudo o SINSEMA permanece atento no resguardo e na vigília para que caso haja algum servidor prejudicado em seus direitos trabalhista possam ser amparados moralmente e legalmente em qualquer instancia.

A Diocese de Crato, Exumou corpo da Beata Benigna, em Santana do Cariri/CE

Mais um passo foi dado em prol do processo pela beatificação da jovem Benigna Cardoso da Silva, com a realização da exumação dos restos mortais pela Diocese de Crato e a Paróquia de Senhora Sant´Ana, na última sexta-feira. Benigna havia sido sepultada no Cemitério São Miguel, em Santana do Cariri, há mais de 70 anos. O martírio em vida chamou a atenção da população para a menina, assassinada de forma bárbara aos 13 anos. Considerada santa pela população, passou a ter a atenção da Igreja e da própria comunidade, que se manifesta em favor da beatificação. Ela foi morta por Raul Alves Ribeiro, um jovem da mesma idade que sentiu por Benigna uma paixão obsessiva e tentou possuí-! la à força. No próximo dia 26, a partir das 15 horas, acontecerá o traslado dos restos mortais, que estão numa pequena urna de madeira, para a Matriz, após uma romaria e procissão pelas ruas principiais do Município. O evento deverá contar com mais de cinco mil pessoas, de acordo com os organizadores. A programação termina no fim da tarde com o sepultamento na Matriz Senhora Sant´Ana. Depois da tragédia, graças alcançadas por intercessão da jovem passaram a ser anunciadas por moradores do local e de outras regiões. Um santuário foi construído no Distrito de Inhumas, a 200 metros do local onde a menina foi assassinada a golpes de facão e teve seu pescoço praticamente degolado. Ela tinha ido pegar água no poço, com um pequeno pote na cabeça, para abastecer a resid&! ecirc;ncia da fazenda onde morava, e foi surpreendida quando v! oltava p ara casa. O movimento em prol da beatificação da menina martirizada foi iniciado com apoio da Igreja Católica. Ela poderá ser a primeira a receber a beatificação no Estado do Ceará. Para os moradores, a menina morreu na defesa da castidade, resistindo ao assédio de Raul. Por isso, uma virgem mártir da pureza. Depois da identificação dos restos mortais de Benigna, os ossos foram lacrados em uma urna, que agora estão sob o resguardo da Diocese de Crato até o dia da solenidade oficial de traslado e sepultamento. Os ossos foram retirados do cemitério após autorização judicial e da família. As irmãs de criação da mártir, Terezinha Sisnando e Dulcinéia Sisnando, foram ao local fazer o reconhecimento dos restos mortais, já que era a única criança que havia! sido sepultada no jazigo da família. Também acompanharam a exumação os responsáveis pelos levantamentos que estão sendo feitos para o processo, tendo à frente o monsenhor Vitaliano Mattiolli, postulador da causa de beatificação e representante da Diocese de Crato; o pároco de Santana do Cariri, padre Paulo Lemos Pereira; padre Joaquim Cláudio de Freitas, da Basílica Menor de Nossa Sra. das Dores, em Juazeiro do Norte; o representante da comissão Diocesana, Ypsilon Rodrigues Félix; e da comissão paroquial, Sandra Rodrigues e Marcos Danilo e Geânio Felipe. A biografia de Benigna e todo o histórico do acontecimento trágico e os milagres, com depoimentos das pessoas que alcançaram graça já estão detalhados em um relatório de 156 páginas, que está sendo traduz! ido para o latim. O material será encaminhado para o Va! ticano p ara ser avaliado. Clique aqui e acesse o Site Miséria e confira essa e outras notícias. ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA www.miseria.com.br