sexta-feira, 5 de agosto de 2011

FURDUNÇO! ÓRFÃO!

Por J. Evantuil


Desde os primeiros passos dessa Terra, Altaneira tem se destacado pela vocação cultural de seu povo. Cultura que infelizmente, ora é apoiada, ora amarga as malvadesas dos caprichos politicos. Alias, um povo muito político. "Todo homem é político" quase tudo nessa cidade começa e termina com uma pitada da política partidária. Existe "lados, cores, geitos, alcunhas".... Temos grupos populares(ainda sem carteirinha) só para discutir o tema. Tudo isso seria muito útil se o fiel da balança não pendesse apenas para o lado partidarista. Nossa politica tornou-se como um "brasileirão" a cada 2 anos. Falo da política assim porque o GRUPO DE DANÇARINOS DO FURDUNÇO tem sido a mais recente "vítima". Grupo que resiste ao seu 10º aniversário não apresentou-se este ano pelas consequencias do jogo politico. O grupo além de ser artistico muitos no seu interior possuem destaque na politica partidarista. E a administração, por sua vez usou armas da politica partidaria resultando num prejuizo cultural. Em meio às trocas de acusações, em 2011 o Furdunço não dançou em solo altaneirense. O grupo Furdunço nasceu sob a direção e o talento do atual secretário de cultura, Uberlandio. O Furdunço perdeu o pai, seu idealizador e agora perdeu a mãe, prefeitura, principal apoiadora da cultura. Ai eu pergunto. Faltou maturidade, profissionalismo e amadorecimento de ambos os lados que insistem nessa queda de braço em nome de um lado politico. Não adianta colocar a culpa na maior vitima, o Furdunço e a cultura local, mas todos precisam saber que cultura é identidade. E é isso mesmo que tememos perder se continuarmos alimentando esse campeonato baixo da politicagem de cidade pequena.